Última hora
This content is not available in your region

Confrontos no Egito provocam um morto

Confrontos no Egito provocam um morto
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos uma pessoa morreu e 14 ficaram feridas durante uma manifestação junto à Universidade do Cairo, no Egito.

Esta quarta-feira, milhares de estudantes saíram à rua para protestar contra a condenação à morte de centenas de islamitas. Um protesto que terminou em confrontos com as forças da ordem.

Os manifestantes criticam o julgamento em massa de dirigentes e militantes da Irmandade Muçulmana. Mais 500 pessoas foram condenados à morte até ao momento. A Procuradoria anunciou, entretanto, um novo julgamento para a próxima semana.

Desta vez, 919 islamitas vão ser julgados por homicídio e terrorismo.

Crimes – que de acordo com a justiça egípcia – foram cometidos em agosto de 2013. Na altura a polícia desmantelou à força dois acampamentos erguidos por apoiantes do chefe de Estado deposto, Mohamed Morsi.

As manifestações que se seguiram para denunciar a repressão policial terminaram com vários mortos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.