A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Confrontos no Egito provocam um morto

Confrontos no Egito provocam um morto
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos uma pessoa morreu e 14 ficaram feridas durante uma manifestação junto à Universidade do Cairo, no Egito.

Esta quarta-feira, milhares de estudantes saíram à rua para protestar contra a condenação à morte de centenas de islamitas. Um protesto que terminou em confrontos com as forças da ordem.

Os manifestantes criticam o julgamento em massa de dirigentes e militantes da Irmandade Muçulmana. Mais 500 pessoas foram condenados à morte até ao momento. A Procuradoria anunciou, entretanto, um novo julgamento para a próxima semana.

Desta vez, 919 islamitas vão ser julgados por homicídio e terrorismo.

Crimes – que de acordo com a justiça egípcia – foram cometidos em agosto de 2013. Na altura a polícia desmantelou à força dois acampamentos erguidos por apoiantes do chefe de Estado deposto, Mohamed Morsi.

As manifestações que se seguiram para denunciar a repressão policial terminaram com vários mortos.