Última hora
This content is not available in your region

Holanda regressa ao passado para apostar no futuro

Holanda regressa ao passado para apostar no futuro
Tamanho do texto Aa Aa

Dezasseis anos depois, Guus Hiddink volta a comandar a laranja mecânica. O treinador de 67 anos irá suceder a Louis van Gaal no cargo de selecionador holandês após o Campeonato do Mundo do Brasil.

Estabilidade é a palavra de ordem na Holanda. Numa planificação pouco habitual no mundo do futebol, Hiddink será o treinador da equipa holandesa por dois anos. Após o Euro 2016 será substituído por Danny Blind, que até lá exercerá o cargo de adjunto.

Para Hiddink, será provavelmente a derradeira aventura, ele que já anunciou a reforma quando estava no Anzhi apenas para mudar de ideias mais tarde.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.