Última hora
This content is not available in your region

Bloqueio das redes sociais na Turquia inconstitucional

Bloqueio das redes sociais na Turquia inconstitucional
Tamanho do texto Aa Aa

Na Turquia, o Supremo Tribunal considerou que o bloqueio da plataforma de microblogging Twitter , ordenada pelo primeiro-ministro Recep Tayyip Erdogan desde 20 de março, é inconstitucional.

O Tribunal solicitou ao governo quanto e à autoridades de telecomunicações para “fazer o necessário “ pelo respeito imediato da lei.

“Nossa esperança é de que o Estado de direito prevaleça e vamos tentar o tribunal. Vamos pensar sobre isso, poderíamos ir para Tribunal Penal ou podemos repetir o pedido ao Tribunal Constitucional”.

O bloqueio terá sido foi motivada pelo desejo de o governo turco evitar a propagação de acusações de corrupção contra si na internet .

Uma semana depois do executivo ter igualmente ordenado o bloqueio para o YouTube o cenário repete-se.

A popularidade do primeiro ministro Erdogan enfraqueceu desde meados de dezembro após um escandalo político- financeira a envolver ministros do seu governo, o que não impediu que o seu partido de vencer as eleições municipais na semana passada.