A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Soldado americano mata três pessoas na base militar de Fort Hood

Soldado americano mata três pessoas na base militar de Fort Hood
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A questão da segurança nas bases militares americanas volta à ordem do dia com mais um tiroteio na base de Fort Hood, no Texas.

Um soldado matou a tiro três pessoas antes de suicidar e deixou feridas mais 16.

O soldado, cuja identidade não foi revelada, sofria de perturbações mentais após uma comissão de serviço de quatro meses no Iraque, em 2011.

Barack Obama comentou:
“Todos os tiroteios são preocupantes. Obviamente que isto reabre a ferida do que se passou em Fort Hood há cinco anos. Ainda não sabemos o que se passou agora mas, obviamente, que as regras de segurança foram, mais uma vez, quebradas e vamos ter que descobrir exatamente o que aconteceu”.

Fort Hood foi palco, em 2009, de um tiroteio que roubou a vida a 13 pessoas, num centro médico da base. O autor deste ato foi condenado, em agosto passado, à pena de morte.

Desta vez, o autor dos crimes disparou primeiro nas instalações de uma brigada médica; depois pegou no carro, dirigiu-se a outro edifício e disparou indiscriminadamente, até ser dominado e detido.