A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Polícia dispersa manifestação no Haitti

Polícia dispersa manifestação no Haitti
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Uma manifestação na capital do Haitti foi reprimida, esta terça-feira, pela polícia.

O protesto foi convocado pelos partidos da oposição e pelos sindicatos, para chamar a atenção para as fracas condições de vida.

Já nas imediações do palácio presidencial, a polícia tentou travar o avanço da manifestação e aí houve confrontos.

A situação agravou-se, quando os manifestantes tentaram erguer barricadas, em frente do palácio.

A polícia disparou para o ar e usou granadas de gás, para dispersar a manifestação.

Os organizadores já reagiram, criticando a atitude da polícia que, segundo as suas palavras, usou a violência, contra uma manifestação pacífica.

Dizem ainda que a maioria dos manifestantes provinha de um dos bairros mais pobres da cidade.

“Nós temos fome” e “não há trabalho para os jovens” – foram as duas palavras de ordem mais ouvidas.