Última hora
This content is not available in your region

Verdes da Europa: Bové e Keller

Verdes da Europa: Bové e Keller
Tamanho do texto Aa Aa

Um dos líderes dos Verdes, José Bové, é um orgulhoso militante anti-OGM e altermundialista. É francês, nasceu a 11 de junho de 1953, em Talence, Gironde e é, cada vez mais, um homem político. Foi eleito para o Parlamento Europeu em 2009, um papel que assumiu interinamente.

José Bové acredita que, a experiência só contribuiu, positivamente, para os seus objetivos:

“Não tenho a impressão de ter vendido a alma ao diabo, pelo contrário, estar onde se tomam as decisões e participar sem renunciar aos combates é tão importante, para mim, como estar no terreno.”

Ska Keller partilha a liderança da lista ecologista europeia com Bové. O francês e a alemã foram eleitos pelo voto em linha dos militantes verdes europeus. Uma estreia para o partido e uma surpresa para Keller, a candidata “outsider” que obteve 11.791 votos, mais do que o co-dirigente francês.

A diridente ecologista alemã, Ska Keller, reafirma o entusiasmo:
“Esta é uma estreia muito gratificante, deu-me muito prazer. Trabalhámos arduamente, estivemos em muitos países e participámos em 10 debates. Visitei muitos países da Europa e foi gratificante encontrar tantos simpatizantes que participam e têm uma vontade de ferro para levar a bom porto esta campanha eleitoral.”

Franziska Keller, nasceu no dia 22 de novembro de 1981, em Guben, na ex-República Democrática da Alemanha. Eleita para o Parlamento Europeu, em 2009, com 27 anos de idade, tem um Master em estudos islâmicos, turcos e judaicos, das Universidades Livre de Berlim e Sabanci de Istambul.