A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Governo francês promete "vigilância patriótica" no dossier Alstom

Governo francês promete "vigilância patriótica" no dossier Alstom
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Alstom confirma negociações com a General Electric mas nega OPA da parte do conglomerado americano

O grupo francês Alstom confirma estar em negociações tendo em vista o que chama de “acordo industrial” com a General Electric, mas nega qualquer oferta de compra por parte do grupo norte-americano.

Os rumores de uma eventual OPA da GE sobre a Alstom fizeram disparar o preço das ações do fabricante francês de turbinas e comboios, mas os títulos acabaram por ser suspensos esta sexta-feira até que haja um comunicado da Alstom.

Paralelamente, o ministro da Economia, Arnaud Montebourg prometeu uma “vigilância patriótica” no dossier da Alstom e garantiu que o “governo está a estudar outras soluções” para uma das joias francesas nos setores da energia e dos transportes, que tem sofrido com uma quebra das encomendas.

A Alstom emprega 18 mil pessoas em França, cerca de 20% da sua força de trabalho.

Com cerca de 57.000 milhões de dólares fora dos Estados Unidos, a General Electric terá de pagar bastante mais em impostos – se repatriar o dinheiro – do que pela aquisição da Alstom, que vale cerca de 11.500 milhões de dólares.