Última hora
This content is not available in your region

Slaviansk: homens detidos podem ser afinal militares internacionais

Slaviansk: homens detidos podem ser afinal militares internacionais
Tamanho do texto Aa Aa

Os homens detidos no leste da Ucrânia não integravam qualquer missão da Organização de Segurança e Cooperação na Europa.

A garantia é dada pela própria OSCE que confirma a detenção de sete militares internacionais, em Slaviansk, por separatistas pró-russos.

O auto proclamado presidente da câmara local, Vyacheslav Ponomarev, diz que são espiões:

“Detivemos elementos dos serviços de inteligência de países membros da NATO como a Dinamarca, a Alemanha, a Polónia e a República Checa. Traziam um mapa com todos os postos de controlo instalados na cidade. Isto prova que a OSCE dá cobertura a atividades dos serviços secretos.”

Estacionadas a cerca de 20 quilómetros de Slaviansk estão as forças especiais ucranianas. O assalto à cidade pode estar iminente.

A tensão está ao rubro. Os países do G7 decidiram, entretanto, impor novas sanções à Rússia devido à crise na Ucrânia.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.