Última hora

Última hora

Lixo humano presente em todos os habitats marinhos

Em leitura:

Lixo humano presente em todos os habitats marinhos

Lixo humano presente em todos os habitats marinhos
Tamanho do texto Aa Aa

Um estudo europeu, liderado pelo centro IMAR da Universidade dos Açores, faz revelações chocantes sobre a quantidade de detritos humanos depositados na costa e no fundo do mar.

Segundo Christopher Pham, um dos investigadores desta universidade, “o lixo humano está presente em todos os habitats marinhos, das praias às zonas mais profundas e remotas dos oceanos”.

Imagens recolhidas no fundo do mar mostram o antes e o depois, antes e depois da ação humana, antes e depois destes detritos contaminarem o fundo do mar.

O plástico, que demora 100 anos a decompor-se, foi a matéria mais encontrada, ao longo de todo o Mediterrâneo e costas da Europa, até à crista dorsal meso atlântica, dois mil quilómetros de terra. Corresponde a 41 por cento do lixo encontrado. Os aparelhos de pesca representam 34 por cento do total. Depois há “vidro, metal, madeira, papel e cartão, roupa, cerâmica e outros materiais não identificados”.

A conclusão deste estudo é que preciso agir para impedir o aumento do lixo nos ambientes marinhos.

www.plosone.org


A = Plastic bag entrapped by a small drop stone recorded at the HAUSGARTEN observatory (Arctic) at 2500 m; B = Litter recovered within the net of a trawl in Blanes open slope at 1500 m; C = “Heineken” beer can in the upper Whittard canyon at 950 m; D = Plastic bag in Blanes Canyon at 896 m; E = “Uncle Benn’s Express Rice” packet at 967 m in Darwin Mound with the ROV “Lynx” (National Oceanography Centre, UK); F = Cargo net entangled in a cold-water coral colony at 950 m in Darwin Mound