A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Habitante de Slaviansk: "se não nos defendermos ninguém o vai fazer por nós"

Habitante de Slaviansk: "se não nos defendermos ninguém o vai fazer por nós"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O ataque é a melhor defesa. Que o digam os habitantes de Slaviansk, no leste da Ucrânia, que apoiam a integração na Federação Russa.

Contestam a legitimidade das novas autoridades de Kiev e consideram ter sido abandonados à própria sorte.

“Vivemos aqui e ninguém nos veio ajudar. Se não nos defendermos ninguém o vai fazer por nós” refere um habitante de Slaviansk

Uma mulher adianta: “aqui não há tropas russas como dizem os ucranianos. Estas são as nossas casas, as nossas vidas, a nossa cidade.”

Kiev apresenta outra versão. Garante que no leste da Ucrânia estão não só militares russos mas, também, mercenários ao serviço de Moscovo.