Última hora
This content is not available in your region

OCDE debate desigualdades crescentes

OCDE debate desigualdades crescentes
Tamanho do texto Aa Aa

As desigualdades atingiram níveis recorde em muitos países segundo o relatório apresentado no Fórum da OCDE, em Paris. O documento defende que as políticas para colmatar o fosso entre ricos e pobres só darão resultados se forem para lá da questão dos rendimentos. Têm de melhorar as infraestruturas e o acesso à educação de qualidade e à saúde.

O jornalista da euronews, Giovanni Magi, recorda que “mesmo com o regresso do crescimento económico, em vários países, isso não se traduz numa melhoria dos rendimentos das famílias, mas num aumento da produtividade”.

O fenómeno também afeta o crescimento baseado na inovação, a via escolhida por muitos países desenvolvidos e economias emergentes.

A professora de Economia Inovativa, na Universidade de Sussex, Mariana Mazzucato, adianta: “O crescimento impulsionado pela inovação foi, muitas vezes, financiado pelos próprios contribuintes, mas não houve retorno sobre investimento. Mutualizam-se os riscos, mas não os benefícios. Isso implica repensar o sistema tributário, que desde os anos oitenta se tornou cada vez mais regressivo”.

Desigualdades, crescimento, criação de emprego e conquista da confiança nas políticas económicas foram questões em debate nos dois dias de Fórum, que reuniu, em Paris, governantes, economistas, investigadores e empresários de todo o mundo.