Última hora

Última hora

Preso presidente da empresa do ferry naufragado na Coreia do Sul

Em leitura:

Preso presidente da empresa do ferry naufragado na Coreia do Sul

Preso presidente da empresa do ferry naufragado na Coreia do Sul
Tamanho do texto Aa Aa

Rosto da negligência para a opinião pública, o presidente do conselho de administração da companhia de navegação Chonghaejin Marinha Co, proprietária do “ferry” que naufagrou na Coreia do Sul, na manhã de 16 de abril, foi preso.

O porta-voz do discurso do arrependimento e desolação deverá agora alvo de várias acusações, como as de homicídio involuntário, pela morte de mais de 300 pessoas, e de violação do direito marítimo.

“Peço desculpas às vítimas e respetivas famílias. Cometi um pecado grave”, disse Kim Han- Sik, o presidente da empresa.

De acordo com especialistas, Kim terá ignorado a sobrecarga da embarcação, transportando o triplo do peso permitido.

Ao que tudo indica foram também ilegalmente instaladas várias cabines em 2012 ,o que poderá ter desestabilizado o equilíbrio do ferry.

Outros 15 elementos da tripulação encontram-se detidos, numa altura em que as buscas caminham para o fim. De acordo com as autoridades sul-coreanas as operações poderão terminar já esta sexta-feira.