Última hora

"É a pior catástrofe natural da História da Sérvia" - PM

"É a pior catástrofe natural da História da Sérvia" - PM
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

São as piores inundações de que há memória nos Balcãs. As chuvas torrenciais que se abatem sobre a Sérvia e a Bósnia levaram os dois países a declarar o estado de emergência.

O primeiro-ministro sérvio, Aleksander Vucic, afirma tratar-se da “pior catástrofe natural da História da Sérvia”. “Choveu mais num dia do que em quatro meses”, acrescentou.

Um balanço ainda provisório dá conta de cinco mortes na Sérvia onde 100 mil casas estão sem eletricidade e milhares de pessoas tiveram de abandonar os seus lares.

As equipas de socorro não têm mãos a medir para ajudar todos os necessitados.

Os que foram resgatados contam que perderam tudo, “está tudo inundado, destruído. Ficou tudo debaixo de água”.

“É uma catástrofe. Perdemos toda a mobília. Não temos onde dormir. Está tudo perdido”, afirma outra vítima das piores cheias de que há memória desde que começaram os registos meteorológicos há 120 anos.

A Sérvia pediu ajuda internacional e a Rússia respondeu com o envio de uma equipa com mais de 70 profissionais em operações de socorro e situações de emergência.

A chuva deve continuar esta sexta-feira, mas com menos intensidade do que nos dois dias anteriores.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.