Última hora

Suécia impõe-se perante a Pfizer

Suécia impõe-se perante a Pfizer
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Chegou o momento de o governo sueco contra-atacar. A proposta de aquisição da multinacional farmacêutica AstraZeneca, por parte dos americanos da Pfizer, deverá ser “rejeitada” pelos acionistas, afirmam conjuntamente três ministros, entre os quais o das Finanças.

Em causa está o impacto que a compra do grupo anglo-sueco poderá provocar não só em termos de postos de trabalho, mas também nas prioridades na investigação científica.

Recorde-se que a Pfizer já viu recusada uma proposta na ordem dos 77 mil milhões de euros, estando agora a rever uma possível subida desse valor. O diretor executivo da AstraZeneca acusa o grupo americano de pretender sobretudo fugir às cargas fiscais nos Estados Unidos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.