Última hora
This content is not available in your region

Cheias nos Balcãs deixam milhares de animais mortos

Cheias nos Balcãs deixam milhares de animais mortos
Tamanho do texto Aa Aa

As cheias e derrocadas nos Balcãs estão a ser uma tragédia para as pessoas, mas também para os animais. Em Šamac, na Bósnia-Herzegovina, as águas desceram e revelaram milhares de animais mortos – vacas, cães e ovelhas.

Os proprietários, além de terem tido grandes prejuízos em dinheiro, têm agora que lidar, tal como as autoridades, com a remoção de todas as carcaças.

“Só neste sítio, removemos 150 cabeças de gado mortas, sobretudo bois e vacas leiteiras. Há 200 carcaças que têm ainda de ser removidas, esse trabalho fica para amanhã. O exército e a equipa de intervenção vão participar e trazer mais máquinas. Vai ser mais rápido e evitamos que avance o processo de decomposição, o que torna o processo de transporte mais difícil”, disse Predrag Marinković, da equipa de intervenção na crise.

Na Sérvia, tal como na Bósnia, é altura de avaliar as consequências das catástrofes naturais, agora que o nível das águas está a baixar. No país, o mau tempo já obrigou a 30 mil deslocados.

A destruição causada pelas chuvas torrenciais e pelos aluimentos só tem comparação com as guerras que assolaram a região durante os anos 90.