Última hora

Última hora

Autoridades belgas terão detido um suspeito de ser responsável pelo tiroteio em Bruxelas

Em leitura:

Autoridades belgas terão detido um suspeito de ser responsável pelo tiroteio em Bruxelas

Autoridades belgas terão detido um suspeito de ser responsável pelo tiroteio em Bruxelas
Tamanho do texto Aa Aa

As autoridades belgas terão detido um homem, suspeito de ser o responsável pelo tiroteio no Museu Judaico, no centro de Bruxelas. Um incidente que matou três pessoas e feriu, com gravidade, uma quarta.

A situação chocou o país, o Primeiro-ministro belga já apresentou condolências às famílias das vítimas. A Ministra do Interior esteve no local e descreveu o ocorrido:

“A pessoa em questão saiu de uma viatura, estacionada em dupla fila, entrou no Museu Judaico, onde há muitos turistas, também estrangeiros, e começou a disparar. Ele saiu do museu e desapareceu. O balanço é muito grave porque houve três mortes: duas mulheres e um homem e há uma pessoa em estado grave que foi levada para o hospital.”

O Museu Judaico – dedicado à história das populações judaicas da Holanda e da Bélgica, desde o século XVIII – fica situado num dos bairros mais turísticos de Bruxelas conhecido pelas suas galerias de arte e antiquários.