A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Poroshenko: "Ucrânia não reconhecerá nunca o refendo ilegítimo da Crimeia"

Poroshenko: "Ucrânia não reconhecerá nunca o refendo ilegítimo da Crimeia"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Petro Poroshenko é, de acordo com os resultados provisórios, o novo presidente da Ucrânia.

O novo chefe de Estado conquistou cerca de 56% dos votos. Poroshenko reiterou que a Ucrânia não aceita o referendo que aconteceu na Crimeia e que a prioridade é acabar com os conflitos no país.

“A questão número um é que a Ucrânia não reconhecerá, nunca, o referendo ilegítimo e nem reconhecer a ocupação da Crimeia. A escolha estratégica do desenvolvimento do nosso país tem sido feita pelo povo ucraniano. Hoje, 25 de maio, na primeira volta, as pessoas fizeram a sua escolha e é a integração europeia “, assegura Poroshenko.

Iulia Timoshenko ficou em segundo lugar, com 13 por cento, sendo assim desnecessária uma segunda volta. A antiga primeira-ministra já reconheceu a derrota e considerou o escrutínio “justo e claro”.