Última hora
This content is not available in your region

Bolsas europeias em máximos depois de eleições

Bolsas europeias em máximos depois de eleições
Tamanho do texto Aa Aa

As bolsas europeias iniciam a semana a negociar em alta depois de eleições na União.

Milão lidera em máximos de mais de dois meses, com os títulos da banca a refletirem a vitória do partido do primeiro-ministro, Matteo Renzi, nas europeias.

O Dax alemão atinge recorde histórico, com o setor automóvel e da banca a liderar as valorizações, depois do partido de Angela Merkel ter vencido as eleições.

De acordo o corretor Robert Halver, “temos três fatores de apoio: a política monetária permanece ampla, as eleições europeias não trouxeram surpresas e, em terceiro lugar, a crise política na Ucrânia parece calma, por agora, com um novo presidente que está disposto a falar com a Rússia,” conclui.

A moeda única europeia iniciou a semana a negociar em mínimos de três meses, refletindo os resultados das eleições europeias, em que partidos eurocéticos e de extrema-direita foram dos principais vencedores.

A meio do dia o euro recuperou terreno, em relação ao dólar, depois de o presidente do Banco Central Europeu, Mario Draghi, ter assegurado que em junho vão ser tomadas novas medidas de estímulo para a economia europeia.

A contrariar a tendência positiva europeia segue o PSI 20, com um ligeiro recuo, com os títulos da Jerónimo Martins, PT e EDP a pressionar a bolsa portuguesa.

Os mercados norte-americanos estão encerrados, devido às celebrações do Memorial Day.