A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Juncker recebe mais apoio para ficar com cadeira da Comissão

Juncker recebe mais apoio para ficar com cadeira da Comissão
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Jean-Claude Junker vai iniciar negociações para obter o cargo de presidente da Comissão Europeia.

O candidato de centro-direita recebeu, esta terça-feira, o apoio da conferência de líderes das bancadas do Parlamento Europeu.

O rival socialista Martin Schulz concorda com essa decisão, tendo dito que “o resultados das eleições europeias mostram que o candidato do Partido Popular Europeu (PPE), Jean-Claude Juncker, é o vencedor e por isso tem mais hipóteses de conseguir uma maioria de votos no Parlamento Europeu para ser designado presidente da Comissão”.

Já o eurocético britânico Nigel Farage afirmou que “não há ninguém mais fanático sobre a construção dos Estados Unidos da Europa, mas os eleitores deixaram claro que essa é a direção errada.”

Apesar do grande reforço dos eurocéticos no Parlamento Europeu (PE), Juncker deverá contar não só com o apoio socialista, segundo mais votado, mas de outros partidos moderados como os liberais, que ficaram em terceiro.

Mas o líder, Guy Verhosftad, tem condições: “Defendo uma maioria estável, que reúna mais de 400 eurodeputados, mas sem incluir pessoas de partidos como o do primeiro-ministro húngaro Orban ou do ex-primeiro ministro italiano Berlusconi”.

Se Juncker conseguir ter o PE do seu lado terá um forte trunfo para convencer também o Conselho Europeu, que reúne os chefes de Estado e de governo.

Mas só quando estiverem definitivamente formados os novos grupos ficará clara a composição do Parlamento, que se reunirá na primeira sessão a 1 de julho.

European parliament elections