Última hora

Projeto de Estádio Olímpico em Tóquio envolvido em polémica

Projeto de Estádio Olímpico em Tóquio envolvido em polémica
Tamanho do texto Aa Aa

Os trabalhos ainda não arrancaram, mas o projeto de construção do principal estádio para os Jogos Olímpicos de 2020, em Tóquio, já dá que falar.

Cerca de 40 mil pessoas reuniram-se este sábado no Estádio Nacional da cidade para se despedirem da atual estrutura, vista por muitos como símbolo da recuperação japonesa do pós-guerra.

Por outro lado, prepara-se uma campanha para pedir que a obra, considerada por muitos faraónica, seja reconsiderada. Em causa, a dimensão e os custos demasiado elevados do projeto da autoria da arquiteta iraquiana Zaha Harida.

O Conselho para o Desporto Japonês aceitou ceder em alguns dos pontos elencados pelos opositores do projeto, mas a empreitada deve mesmo avançar.

Prevê-se a demolição do atual coliseu de Tóquio e construção de um novo espaço de teto retrátil, formas futuristas e capacidade para 80 mil pessoas.

Se tudo correr como previsto, a estrutura estará concluída em 2019.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.