Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

"The Rover": história de um futuro anunciado

"The Rover": história de um futuro anunciado
Tamanho do texto Aa Aa

Estreado na última edição do festival de Cannes, “The Rover” de David Michod marca o regresso de Robert Pattinson que desta feita trocou as garras de vampiro por calças de ganga, uma T-shirt e botas contracenando com Guy Pearce.

O filme transporta-nos para um futuro próximo, dez anos após o colapso da economia ocidental. O personagem desempenhado por Guy Pearce deixou tudo para trás e vive no deserto australiano. Um grupo de bandidos assalta-o roubando-lhe o carro.

Falando aquando da estreia do filme, Robert Pattinson adianta “a história de “The Rover” é muito simples. É sobre um tipo a quem lhe roubam o carro. Esta personagem, desempenhada por Guy Pearce, quer o carro de volta. O ladrão é irmão da personagem que eu represento. O Guy acaba por me raptar e leva-me numa viagem um pouco estranha. Por um lado ele está a tentar mudar-me, por outro quer castigar-me e ele próprio acaba um pouco afetado”.

A história de “The Rover” passa-se num mundo em crise na qual a economia entrou em colapso e a moral foi substituída pela violência e crime.

“Durante a preparação do filme, para mim foi importante tornar este futuro plausível. Queria que o resultado final espelhasse as forças malignas da ganância que hoje vemos por todo o lado”, afirma o realizador, David Michod.

Desde a estreia em Cannes que o filme tem vindo a merecer a atenção dos cinéfilos. Os desempenhos de Pearce e Pattinson têm merecido críticas positivas.