A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Médicos Sem Fronteiras alertam: o Ébola está "fora de controlo"

Médicos Sem Fronteiras alertam: o Ébola está "fora de controlo"
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

A epidemia de ébola na África Ocidental está “fora de controlo”, é o que afirma Bart Janssens, um dos responsáveis dos Médicos Sem Fronteiras (MSF). O último balanço da Organização Mundial de Saúde dá conta de 528 casos de febre hemorrágica e de 337 mortos confirmados por contaminação do vírus. A Guiné é o país mais afetado, seguindo-se a Libéria e a Serra Leoa.

Outro especialista em saúde pública dos Médicos Sem Fronteiras, Armand Sprecher, declara que “dada a dimensão do surto e a quantidade de focos, é necessário que os governos mobilizem mais recursos e meios humanos para controlar a situação. A epidemia está a tornar-se demasiado vasta e os recursos são cada vez mais escassos.”

Os responsáveis dos três países atingidos e ainda da Costa do Marfim reuniram-se na sexta-feira para coordenar as intervenções no terreno. A mais grave epidemia de ébola registada até agora ocorreu no Congo em 1976, com 280 mortes.