Última hora
This content is not available in your region

Polícias foram avisados mas dois morreram numa explosão no Cairo

Polícias foram avisados mas dois morreram numa explosão no Cairo
Tamanho do texto Aa Aa

Dois polícias egípcios foram mortos numa deflagração quando tentavam desativar bombas implantadas junto ao Palácio Presidencial do Cairo. As autoridades foram prevenidas da localização de dois engenhos explosivos pelo próprio grupo que as terá instalado no local há duas semanas, o Ajnad Masr, que significa “Os Soldados do Egito”. Num comunicado, este movimento de seguidores do antigo presidente Mohammed Morsi declarava não ter acionado os mecanismos para evitar atingir civis.

Depois da primeira explosão que provocou as duas vítimas mortais, a polícia utilizou um robô para neutralizar a segunda bomba. A capital egípcia tem sido alvo de atentados ao longo da última semana, nomeadamente no metro e numa central de telecomunicações. A segurança será reforçada daqui até quinta-feira, dia em que se assinala um ano após a destituição de Morsi. A Irmandade Muçulmana nega qualquer associação aos atos de violência.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.