A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Slovyansk: E depois do conflito?

Slovyansk: E depois do conflito?
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Slovyansk já não é o bastião dos independentistas pró-russos do leste da Ucrânia.

As tropas ucranianas tomaram o edifício que era, até agora, o quartel-general dos independentistas e começaram já a preparar os tempos de paz – a cidade, de 100.000 habitantes, esteve no centro dos confrontos entre as milícias separatistas e o exército da Ucrânia.

“Falei com o presidente da Ucrânia, que mandou três aviões, carregados com água, comida e outros bens de primeira necessidade que vão em breve chegar aqui a Slovyansk. Estamos a colaborar com o ministério das emergências, que vai agora tratar dos cidadãos pacíficos de Slovyansk”, disse o ministro ucraniano da defesa Valery Heletey.

Os combatentes independentistas deixaram Slovyansk, mas estão a reagrupar-se e prometem lançar novas ofensivas: “Houve tiros durante a manhã e à noite. Desde a última manhã, a situação está calma, só ficaram um ou dois combatentes. Ouviram-se alguns tiros”, disse um popular.

Noutra cidade na região, Mikolaivka, as trocas de tiros entre o exército e os independentistas fizeram cerca de 70 mortos entre os rebeldes e um número indeterminado de vítimas civis. Os corpos espalhados pelas ruas eram visíveis. Vários edifícios ficaram destruídos.