Última hora

Durão Barroso ouvido em tribunal sobre polémica demissão do comissário John Dalli

Durão Barroso ouvido em tribunal sobre polémica demissão do comissário John Dalli
Tamanho do texto Aa Aa

O ainda Presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, comparece esta segunda-feira perante o Tribunal Europeu de Justiça, no Luxemburgo.

Vai ser ouvido como testemunha no âmbito da polémica demissão de John Dalli, o antigo comissário europeu para a Saúde e Defesa do Consumidor, envolvido num escândalo de “lobbying” da indústria tabaqueira.

Durão Barroso diz que Dalli deixou o lugar por vontade própria. O antigo ministro maltês, por outro lado, alega ter sido forçado a afastar-se, em outubro de 2012, resultado de uma investigação do gabinete de luta antifraude da União Europeia (OLAF), na sequência de uma denúncia apresentada por uma tabaqueira sueca por alegado tráfico de influências.

A Swedish Match afirma ter sido abordada por um empresário com a promessa de interceder junto de Dalli. O relatório de investigação revela que não foram encontrados “indícios conclusivos” da participação direta de Dalli, mas considera que o ex-comissário “estava a par dos acontecimentos.”

Dalli quer agora que a Comissão pague uma indemnização simbólica de um euro pelos danos “não financeiros” que sofreu e uma compensação pela perda de rendimentos resultante da demissão.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.