Última hora

Milhares de muçulmanos celebram al Qud - o dia anual do protesto contra Israel

Milhares de muçulmanos celebram al Qud - o dia anual do protesto contra Israel
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de iranianos desfilaram, esta sexta-feira, nas ruas de Teerão, para a celebração anual do al Qud.

A celebração foi fixada em 1979 e é promovida pelo governo. Na última sexta-feira do Ramadão, os muçulmanos saiem à rua para protestarem contra o sionismo e o Estado de Israel e para apoiarem a causa palestiniana.

Este ano o fim do Ramadão coincide com uma das mais sangrentas operações israelitas sobre a Faixa de Gaza. Uma razão mais forte ainda para os muçulmanos protestarem contra Israel.

E as manifestações ultrapassam o Irão. Milhares desfilaram também na cidade de Bassorá, no sul do Iraque e em Cabul, a capital do Afganistão.

Nos vários desfiles repetiram-se os mesmos gestos simbólicos: a queima de bandeiras israelitas e norte-americanas, com gritos de “Morte a Israel”.

As manifestações de apoio ao povo palestiniano decorreram também em diversas cidades europeias.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.