Última hora

Presidente francês diz que caixa negra deve ser examinada rapidamente

Presidente francês diz que caixa negra deve ser examinada rapidamente
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Ninguém sobreviveu à queda do avião da Air Algérie que se despenhou, esta quinta-feira, no norte do Mali. A informação foi confirmada pelo presidente francês.

O voo AH 5017 fazia a ligação entre a capital do Burkina Faso e a da Argélia. A bordo seguiam, segundo novas informações, 118 pessoas, mais de meia centena eram franceses.

Uma das duas caixas negras foi já encontrada, confirmou François Hollande. O aparelho foi enviado para Gao, no norte do Mali, para os militares gauleses, o Chefe de Estado francês diz que a caixa negra “deverá ser examinada o mais rapidamente possível”.

Os motivos do acidente são ainda desconhecidos:

“É muito cedo para tirar conclusões. Elas surgirão. Há hipóteses, meteorológicas, por exemplo, mas não descartamos nenhuma porque queremos saber tudo o que se passou”.

As autoridades francesas iniciaram, também, uma investigação preliminar por homicídio involuntário, pela queda do MD-83, propriedade da companhia espanhola Swiftair, fretado pela Air Algérie.

Entretanto a companhia aérea KLM já informou que vai evitar sobrevoar a área onde caiu o avião como medida de precaução.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.