Última hora

Última hora

Seguradoras aéreas assumem perdas de 1,5 mil milhões

Em leitura:

Seguradoras aéreas assumem perdas de 1,5 mil milhões

Seguradoras aéreas assumem perdas de 1,5 mil milhões
Tamanho do texto Aa Aa

As seguradoras internacionais estimam perdas na ordem dos 1,5 mil milhões de euros em 2014, devido a incidentes com aviões. A maior perda no setor desde os ataques do 11 de setembro de 2001.

Depois dos desastres aéreos como o voo MH17 da Malaysia Airlines, que foi abatido na Ucrânia ou do voo AH 5017 da Air Algérie, que se despenhou no Mali, as seguras estão a rever os contratos. As agências estão a triplicar o valor dos prémios das apólices.

Algumas seguradoras pedem agora detalhes das rotas dos voos e estão pensar em deixar de assegurar aeronaves que sobrevoem zonas de conflito.