Última hora
This content is not available in your region

4.900 milhões de euros para resgate do BES

4.900 milhões de euros para resgate do BES
Tamanho do texto Aa Aa

A partir desta segunda-feira o Banco Espírito Santo dá lugar ao Novo Banco.

A solução encontrada pelo Banco de Portugal, já aprovada por Bruxelas, para evitar o colapso do BES passou pela separação em dois: o banco-bom e o banco-mau. Este último continuará a chamar-se BES e incluirá os ativos tóxicos.

As explicações de Carlos Costa, o Governador do Banco de Portugal: “Foi criado um banco novo, denominado Novo Banco, para o qual são transferidos de imediato e de forma definitiva a generalidade dos ativos e passivos do Banco Espirito Santo SA, bem como os seus colaboradores e demais recursos materiais.”

O Estado vai financiar com cerca de 4,5 mil milhões de euros o Novo Banco. No total, a entidade terá um capital de 4,9 mil milhões de euros, incluindo os 380 milhões que já existem no Fundo de Resolução.

O objetivo é vender o Novo Banco a privados.

Para os depositantes fica a promessa de que nada muda.