A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Paquistão: Milhares de pessoas saem às ruas contra o governo

Paquistão: Milhares de pessoas saem às ruas contra o governo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

No Paquistão, milhares de apoiantes da oposição, de dois movimentos contrários ao governo, desfilaram, em direção à capital, Islamabade, para exigir a destituição do primeiro-ministro, alegando fraude eleitoral. Duas manifestações convergentes, contra o governo. Os confrontos com a polícia foram inevitáveis.

Imran Khan, o famoso jogador de críquete que se tornou político, um dos símbolos deste protesto, exige a renúncia de Nawaz Sharif e a realização de novas eleições. O carro onde seguia foi atingido por tiros, mas, o dirigente do terceiro partido com maior expressão no parlamento, não ficou ferido.

A manifestação, vista como o maior desafio ao governo de Sharif, acontece apenas um ano depois deste assumir o cargo, naquela que foi a primeira transferência democrática de poder num país minado por golpes militares. A manifestação foi convocada para coincidir com o Dia da Independência do Paquistão.

Mas os partidários do chefe do executivo saíram também às ruas para defender a continuação do governo.