Última hora
This content is not available in your region

Turquia exige explicações de Berlim sobre alegações de espionagem

Turquia exige explicações de Berlim sobre alegações de espionagem
Tamanho do texto Aa Aa

A Turquia convocou, esta segunda-feira, o embaixador alemão em Ancara para protestar contra as informações de que Berlim estaria a espiar altos responsáveis turcos desde há vários anos.

A informação avançada, no sábado, pela revista alemã Der Spiegel, levou o ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Ahmet Davutoglu, a exigir explicações do seu homólogo alemão:

“Se estas alegações são verdadeiras e como afirmamos num comunicado, são totalmente inaceitáveis. Estamos perante uma situação em que são necessárias explicações”.

Segundo um documento obtido pela revista Spiegel, os serviços secretos alemães consideram a Turquia como um alvo prioritário desde há vários anos.

A Chanceler Angela Merkel, rejeitou no entanto comentar as revelações da imprensa:

“Não posso revelar quaisquer detalhes sobre o trabalho dos serviços secretos alemães. Todas as informações importantes vão ser fornecidas à comissão parlamentar de supervisão para serem analisadas”, afirmou Merkel.

As revelações incluem igualmente a alegada espionagem de responsáveis da administração norte-americana por parte de Berlim.

O caso ameaça inflamar as relações com a Turquia, um dos principais parceiros económicos da Alemanha, depois da Chanceler Angela Merkel ter recentemente condenado, nos mesmos termos da Turquia, as alegadas escutas de Washington a Berlim.