Última hora
This content is not available in your region

25 anos da Cadeia Báltica assinalado em Kiev

25 anos da Cadeia Báltica assinalado em Kiev
Tamanho do texto Aa Aa

Letónia, Lituânia e Estónia celebraram este sábado os 25 anos da Cadeia Báltica, um protesto histórico contra o domínio de Moscovo sobre as ex-repúblicas soviéticas. Os embaixadores dos três países decidiram assinalar a data em Kiev, numa manifestação de apoio à Ucrânia, que atualmente “mede forças” com o Kremlin pela influência no leste do país.

A embaixadora letã explica que “hoje a Ucrânia luta pela liberdade e pela unidade do país, por isso os países bálticos estão com ela. Os ucranianos apoiaram-nos no passado, durante todos estes anos, por isso hoje formamos todos uma grande cadeia”.

O aniversário também foi, obviamente, assinalado em Riga, Talin e Vilnius.

Há 25 anos, cerca de dois milhões de pessoas formavam uma cadeia humana de cerca de seiscentos quilómetros, unindo as capitais da Letónia, Lituânia e Estónia num protesto pacífico para denunciar o pacto secreto concluído cinco décadas antes pela Alemanha Nazi e a União Soviética para dividir as esferas de influência na Europa de Leste e que levou à ocupação dos três países.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.