Última hora
This content is not available in your region

Britânicos suspeitos de terrorismo podem ver passaportes confiscados

Britânicos suspeitos de terrorismo podem ver passaportes confiscados
Tamanho do texto Aa Aa

O Reino Unido vai endurecer as leis de combate ao terrorismo.

As medidas anunciadas por David Cameron no Parlamento têm dois objetivos: evitar que cidadãos britânicos com ligações a grupos radicais viajem para o estrangeiro e atuar contra os que se encontram no país.

Confiscar os passaportes a pessoas suspeitas de terrorismo é uma das ideias, mas não é a única. Em cima da mesa estão, também, medidas de caráter preventivo que podem limitar a liberdade de movimento, como aconteceu no passado.

Já as companhias aéreas podem ser obrigadas a fornecer a lista de passageiros às autoridades britânicas com maior tempo de antecedência, de modo a que os presumíveis terroristas possam ser identificados.

Medidas anunciadas dois dias depois de o Reino Unido ter aumentado o nível de ameaça terrorista para o segundo mais elevado numa escala cinco.

Em causa a situação na Síria e no Iraque e a recente execução de James Foley, o jornalista norte-americano decapitado por um radical com sotaque britânico.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.