Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Confissões de Valérie Trierweiler sobre o Presidente francês esta quinta-feira nas livrarias

Confissões de Valérie Trierweiler sobre o Presidente francês esta quinta-feira nas livrarias
Tamanho do texto Aa Aa

Vai longe o tempo dos sorrisos entre Valérie Trierweiler e François Hollande. E hoje, o Chefe de Estado francês tem menos motivos ainda para sorrir, porque chega às livrarias o livro da sua ex-companheira. Uma obra que põe em causa a imagem de Hollande.

Na obra, a jornalista política da revista Paris Match, fala dos seus 18 meses enquanto primeira-dama de França e François Hollande não fica nada bem na fotografia:

“No livro há reflexões e piadas, ok tem humor, mas vai marcar, lamentavelmente, a sua imagem e é uma pena.

Talvez a Valérie não devesse ter dito este tipo de coisas. Mas, obviamente, que ela quis dizer a verdade e, conhecendo-a, sei que ela diz sempre a verdade”, explica Catherine Schwaab, editora-chefe da Paris Match.

Uma bomba, que pode continuar a destruir a credibilidade de Hollande, o Presidente considerado o mais impopular de sempre em França.

Ainda assim há quem não dê importância à questão. Como um estrangeiro que diz que “os franceses têm outras coisas em que pensar, no trabalho, no poder de compra, nas crianças.” E que “o resto é para fazer passar o tempo.”

A “Paris Match” publicou excertos da obra que retrata o Chefe de Estado como calculista e frio, nas suas relações pessoais, como não respeitando os franceses e dedicando-se, maioritariamente, à sua vida sentimental.