Última hora

Última hora

Ecrãs de televisão curvos apresentados em Berlim

Em leitura:

Ecrãs de televisão curvos apresentados em Berlim

Ecrãs de televisão curvos apresentados em Berlim
Tamanho do texto Aa Aa

Os ecrãs de televisão curvos são um dos grandes destaques da feira de eletrónica de Berlim.

O modelo apresentado pela LG conjuga ecrã curvo, resolução quatro K e a tecnologia OLED, em vez da tradicional iluminação LED.

“A vantagem do ecrã curvo reside nos efeitos visuais que enchem a sala. Se nos sentarmos em frente da televisão normalmente olhamos para o centro. Mas num ecrã curvo podemos ver melhor o lado direito e o lado esquerdo, do que num ecrã plano”, explicou Alexander Krüger, responsável da LG.

A Samsung surpreendeu o público com o seu mais recente ecrã de televisão curvo de 105 polegadas, em Ultra Alta Definição.

Apesar da publicidade que rodeia as novas televisões, nem toda a gente está convencida da utilidade dos ecrãs curvos.

“Os ecrãs curvos têm de ser grandes senão a curva não faz efeito. Em segundo lugar, se a pessoa estiver a ver televisão num grupo não vai conseguir tirar partido do ecrã curvo porque só a pessoa que está sentada no centro terá a sensação de estar imersa
nas imagens. As outras pessoas ficam com a impressão de que o ecrã está inclinado”, sublinhou o jornalista alemão Georg Schnurer.

A Toshiba apresentou o protótipo de uma televisão inteligente instalada num espelho da casa de banho.
Além de poder ver filmes, o utilizador pode conectar o ecrã a um relógio inteligente que funciona com um treinador pessoal.

Mais sobre hi-tech