Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Extrema direita sobe na Suécia

Extrema direita sobe na Suécia
Tamanho do texto Aa Aa

Eleições legislativas na Suécia dão vitória à oposição social democrata e fazem do partido de extrema-direita a terceira força política do país.

As reformas liberais promovidas pelo governo de Frederik Reinfeldt e o aumento das desigualdades económicas cansaram eleitores.

“Agora, temos de mostrar liderança. Ações. Mas também ter tempo para a reflexão. A Suécia terá um governo que possa governar. Os Democratas da Suécia ditam agora as regras.”

Os três partidos da oposição de centro-esquerda conquistaram 43,7 por cento dos votos, contra 39,1 por cento para a coligação do governo. Isso significa um governo minoritário com provável influência limitada para aprovar leis.

Assim, os social-democratas deverão negociar para formar um governo, previsivelmente com os ambientalistas e o Partido de Esquerda.

Frederik Reinfeldt, disse que iria renunciar como líder dos moderados, o maior partido da Aliança.