Última hora
This content is not available in your region

Espanhóis festejam manutenção da lei do aborto

Espanhóis festejam manutenção da lei do aborto
Tamanho do texto Aa Aa

Festa em várias cidades espanholas depois de o governo conservador ter anunciado o abandono do projeto de lei que pretendia abolir o atual direito ao aborto.

A polémica gerada com esta decisão acabou por provocar dentro do governo a demissão do ministro da Justiça.

Para este ativista de esquerda, trata-se de “uma vitória para todas as mulheres de Espanha” face às instituições e ao executivo que procuravam recuar na manutenção dos direitos das mulheres.

O texto retirado permitia o aborto somente em caso de risco comprovado da vida ou da saúde física ou mental da mulher, ou depois de uma violação ou malformação do feto.

Segundo a legislação em vigor, aprovada pelo governo socialista em 2010, as mulheres em Espanha podem de livre vontade cancelar a gravidez até 14 semanas.