Última hora

Última hora

Erdogan diz que Turquia não pode ficar de fora de coligação internacional contra Estado Islâmico

Em leitura:

Erdogan diz que Turquia não pode ficar de fora de coligação internacional contra Estado Islâmico

Erdogan diz que Turquia não pode ficar de fora de coligação internacional contra Estado Islâmico
Tamanho do texto Aa Aa

O primeiro-ministro turco diz que o país não pode ficar fora da coligação internacional que combate os militantes do Estado Islâmico. Criticada pelo Ocidente por assumir uma posição demasiado “neutra”, a Turquia prepara-se agora para votar no Parlamento uma intervenção militar no Iraque e na Síria.

As autoridades fronteiriças turcas têm deixado regressar à Síria os refugiados curdos que pretendem lutar contra os insurgentes, mas impedem a passagem dos curdos de origem turca, como explica este homem.

A respeito das suas próprias forças armadas, a recente deslocação aos Estados Unidos pode ter influenciado a tomada de posição de Recep Tayyip Erdogan, que considera mesmo que pode ser necessária uma intervenção terrestre.

Durante o Fórum Económico Mundial, em Istambul, o chefe do governo frisou que a Turquia “assumirá a posição que deve e dará definitivamente o seu apoio, pois não pode ficar de fora”.

As autoridades turcas têm estado essencialmente concentradas a gerir o fluxo de refugiados curdos de nacionalidade síria que fogem dos combates no país vizinho. Muitos homens e jovens têm decidido regressar ao território sírio para combater os jihadistas.