Última hora
This content is not available in your region

Funcionário da Cruz Vermelha torna-se a 69a vítima do cessar-fogo na Ucrânia

Funcionário da Cruz Vermelha torna-se a 69a vítima do cessar-fogo na Ucrânia
Tamanho do texto Aa Aa

Um funcionário suíço da Cruz Vermelha é a mais recente vítima do cessar-fogo no leste da Ucrânia, depois de um tiro de morteiro ter atingido, esta noite, a sede da organização humanitária na cidade de Donetsk.

A explosão, que vitimou apenas uma pessoa, atingiu a entrada do edifício, localizado a poucos metros da sede dos serviços de segurança dos separatistas, que controlam a cidade desde abril.

O governo de Kiev atribuiu a ação às forças pró-russas, quando prosseguem os confrontos entre exército e rebeldes em torno do aeroporto da cidade, controlado pelos militares.

Desde o início do cessar-fogo, há quase um mês, que 69 pessoas morreram nos combates no leste do país, entre as quais 10 civis atingidos por tiros de morteiro, na quarta-feira, nas imediações de uma escola de Donetsk.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.