Última hora
This content is not available in your region

Bandeira do grupo Estado Islâmico já flutua em Kobani

Bandeira do grupo Estado Islâmico já flutua em Kobani
Tamanho do texto Aa Aa

A bandeira preta e branca que flutua em Kobani pertence ao tristemente célebre grupo Estado Islâmico do Iraque e do Levante (EIIL).

Como prometido, os extremistas estão a tomar conta da cidade, na fronteira entre a Síria e a Turquia, na sequência de um assalto que começou há três semanas.

Os jihadistas prometeram no fim-de-semana que rezariam nas mesquitas de Kobani, na festa muçulmana do Eid al Adha, no próximo sábado, e já ocuparam uma parte mas, segundo os combatentes curdos que tentam impedir o avanço, ainda não chegaram ao centro.

Em resposta às preocupações da Turquia com o aproximar dos extremistas da sua fornteira, a NATO reafirma o compromisso com a defesa do aliado turco:

“Enviámos mísseis Patriot para a Turquia. Fizémo-lo para reforçar a capacidade de defesa aérea da Turquia e vamos continuar a fazê-lo”, garante o secretário-geral da organização, Jens Stoltenberg.

Mas Ancara não perdeu tempo a enviar para a linha de fronteira a artilharia pesada. Pelo menos 15 tanques estão já apontados para território sírio, próximo de uma base militar turca, a noroeste da cidade de Kobani.