Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

EUA: suposto recruta do Estado Islâmico acusado de apoio a organização terrorista

EUA: suposto recruta do Estado Islâmico acusado de apoio a organização terrorista
Tamanho do texto Aa Aa

A justiça norte-americana acusou um jovem de 19 anos de apoio a uma organização terrorista estrangeira. Mohammed Hamzah Khan tinha sido detido no sábado passado no aeroporto de Chicago, quando se preparava para viajar para a Síria, via Viena e Istambul, alegadamente para combater ao lado do grupo extremista Estado Islâmico.

Numa carta endereçada aos pais, Khan afirmava querer abandonar o país, onde, segundo ele, “os impostos são utilizados para matar muçulmanos”.

Um vizinho mostra-se chocado com a situação: “eu nasci neste bairro de Bolingbrook e nunca ouvi falar de nada parecido, é um bairro calmo. Tivémos alguns roubos ou vandalismo, mas nada tão grave”.

Outro vizinho afirma igualmente ter sido surpreendido pela notícia:

“Nunca tive qualquer problema com ele. Uma pessoa simpática de uma família aparentemente normal. Prefiro não tirar conclusões precipitadas, mas ao mesmo tempo, nunca se sabe realmente o que vai na cabeça de cada um”.

A polícia afirma ter apreendido vários documentos na casa do suspeito, como literatura e desenhos do grupo islamita assim como uma lista de contatos na Turquia, alegadamente responsáveis por infiltrar combatentes estrangeiros na Síria.

A justiça deverá decidir, na quinta-feira, se Mohammed Khan vai aguardar julgamento em prisão preventiva, quando incorre numa pena de 15 anos de prisão e 250 mil dólares de multa.