Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Bósnia e Herzegovina: Nacionalistas lideram resultados provisórios das eleições gerais

Bósnia e Herzegovina: Nacionalistas lideram resultados provisórios das eleições gerais
Tamanho do texto Aa Aa

A Comissão Eleitoral Central divulgou os primeiros resultados parciais das eleições gerais que decorreram, domingo, na Bósnia e Herzegovina.

Escrutinada 76,52 % da votação, o candidato muçulmano nacionalista à presidência tripartida, Bakir Izetbegovic, tinha recolhido 33% dos votos.

Perante as câmaras, referiu mais uma vez as suas prioridades.

“Tirar a Bósnia da estagnação e avançar para as reformas, para a integração Euro-Atlântica, lutar decisivamente contra a corrupção e o crime, e sobretudo dispensar energia na reconstrução da economia e na luta contra o desemprego”, disse o candidato muçulmano.

Dragan Covic, o candidato croata ao colégio presidencial, registava 52% dos votos.

Zeljka Cvijanovic, candidata sérvia, tinha conseguido 49% dos votos, mas com uma vantagem mínima que poderá colocar em risco ser a primeira mulher a participar na presidência tripartida do país.

Cerca de 3,3 milhões de bósnios foram chamados a votar para o Parlamento central, as assembleias da entidade sérvia e croato-muçulmana e a presidência tripartida, escolhendo entre cerca de 7900 candidatos de 65 partidos.