A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Marussia afirma que Bianchi "abrandou" antes do acidente

Marussia afirma que Bianchi "abrandou" antes do acidente
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Jules Bianchi “abrandou” antes do acidente no Grande Prémio do Japão, que deixou o piloto francês entre a vida e a morte. A escuderia de Fórmula 1 Marussia nega ter dado ordem ao piloto para andar mais rápido nos momentos que antecederam o acidente que lhe provocou lesões cerebrais e o deixou em estado considerado crítico.

A equipa anglo-russa afirma que os dados de telemetria, que já transmitiu à FIA, são a “prova irrefutável” que Bianchi reduziu a velocidade.

As suspeitas de que a escuderia teria ordenado a Bianchi para acelerar foram divulgadas por vários órgãos de comunicação social.