Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.
Última hora

Ébola põe o mundo em alerta máximo

Ébola põe o mundo em alerta máximo
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

Ainda que não se pretenda alarmar as populações, em relação ao vírus ébola, a verdade é que, de cada vez que há alguma suspeita, o caos instala-se. Principalmente, porque esta é uma ameaça real, das mais importantes das últimas décadas.

Enquanto o Presidente da Libéria apela à união de todos os países afetados, Cuba oferece-se para se juntar aos Estados Unidos, na luta contra o vírus, e já enviou pessoal para a Serra Leoa.

Em França as medidas de precaução são, cada vez mais, apertadas, principalmente, nos aeroportos e em relação aos passageiros dos voos provenientes dos países africanos afetados.

A União Europeia reúne, esta semana, para debater este problema, cada vez mais preocupante, e que já alastrou a países de outros continentes como os Estados Unidos e Espanha. O ministro alemão dos Negócios Estrangeiros já propôs a criação de uma missão civil no seio dos 28, para ajudar a combater a epidemia de ébola em África.

Em vários países as farmacêuticas tentam encontrar vacinas eficazes para combater o vírus. Reino Unido, Itália e Estados Unidos são alguns deles mas, até ao momento, o tratamento que parece mais eficaz é canadiano.