Última hora

Última hora

Milhares de pessoas saíram às ruas por uma Catalunha independente

Em leitura:

Milhares de pessoas saíram às ruas por uma Catalunha independente

Milhares de pessoas saíram às ruas por uma Catalunha independente
Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de catalães saíram às ruas, este domingo. Falta unidade política na região, e talvez haja alguma incoerência, já que nem os partidos que lideram a coligação regional estão, totalmente, de acordo.

O certo é que as fações mais radicais, que convocaram o protesto, exigem eleições antecipadas depois de verem recusada a realização do referendo sobre a independência:

“Vamos regressar no dia 9 de novembro, mas o que queremos é a unidade política e queremos eleições. Senhor Presidente convoque eleições antecipadas! Senhor presidente, queremos votar dentro de três meses”, afirmou Carme Forcadell, líder da Assembleia Nacional Catalã.

O Tribunal Constitucional declarou ilegal o referendo e decidiu-se então fazer uma consulta popular, a 9 de novembro, e que terá apenas um valor simbólico.

A questão é que nem todas as formações políticas, veem da mesma maneira a questão da independência:

“A Catalunha nunca será um Estado que consiga sobreviver, de forma independente, se se recusar, à partida, a negociar com Espanha e com a União Europeia”, adiantou Josep Duran i Lleida, membro da União Democrática da Catalunha.

Na Catalunha, que representa cerca de 20% do PIB de Espanha, as sondagens demonstraram que a maioria da população apoiava a organização do referendo.