Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Hungria: Um imposto para a internet

Hungria: Um imposto para a internet
Tamanho do texto Aa Aa

A Hungria pretende criar um imposto para os fornecedores de internet, depois de já o ter feito para bancos e empresas energéticas.

O governo prevê arrecadar 20 mil milhões de florins por ano, através de uma taxa de 150 florins, o equivalente a 48 cêntimos de euro, por gigabyte.

Mas analistas do setor, em declarações à Reuters, afirmam que o imposto poderá custar 200 mil milhões de florins às empresas, que no ano passado, terão ganho apenas 160 mil milhões de florins.

A ideia integra o orçamento de Estado para 2015, que foi entregue ao parlamento.

A contestação é grande. Num dia, mais de 120 mil pessoas reagiram numa página especial do Facebook.

Para a associação de empresas tecnológicas isso vai refletir-se nos bolsos dos clientes.