Última hora
This content is not available in your region

Protestos pela morte de estudantes geram violência no México

Protestos pela morte de estudantes geram violência no México
Tamanho do texto Aa Aa

No Estado de Guerrero, no México, o desaparecimento de 43 estudantes no último mês gerou um novo episódio violento.

Membros do sindicato dos professores destruíram as instalações da secretaria estadual da educação, em protesto contra a falta de resposta das autoridades.

O governador do Estado demitiu-se temporariamente, mas o descontentamento não desaparece, até porque a polícia é a principal suspeita da morte dos estudantes.

“Estamos preocupados com as linhas de investigação que as autoridades abriram, porque representam uma tentativa de criminalizar a nossa escola e reduzir as culpas da polícia a uma mera desculpa”, disse Pedro García, estudante na Escola Superior Normal de Ayotzinapa.

Ángel Aguirre, governador do Estado, anunciou que se afastava por algum tempo, já que a lei não lhe permite demitir-se. Aguirre é membro do partido no poder, o PRD, e tornou-se numa figura figura incómoda para o presidente Enrique Peña Nieto.

Elementos da polícia são suspeitos de terem morto os estudantes e raptado outros, em conluio com um grupo local de criminosos.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.