A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.
Última hora

Exposição em Londres celebra os 250 anos da literatura gótica

Exposição em Londres celebra os 250 anos da literatura gótica
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O género deu os primeiros passos em 1765, com “O Castelo de Otranto”. A obra do escritor britânico Horace Walpole conta a história de um príncipe que é impedido de tomar posse de um castelo devido a uma maldição. Mas a obra mais popular do gótico continua a ser a história do Conde Drácula escrita por Bram Stoker.

“Uma das obras mais importantes da exposição é o manuscrito do Drácula escrito pelo punho de Stoker. É uma versão em forma de drama escrita para proteger a obra em termos de direitos de autor. A obra foi lida num palco poucas semanas antes do lançamento do livro. Isso mostra que Stoker já sabia que a história poderia ser popular”, disse Tim Pye, comissário da exposição.

Os grandes temas da literatura gótica foram transpostos para outros campos artísticos, como o cinema, a moda e as artes plásticas.

“Uma das grandes secções da exposição debruça-se sobre o período de 1900 até hoje. Vemos que nesse período contemporâneo o gótico segue várias direções. Não há uma semana que passe sem que haja um filme de horror com elementos góticos”, sublinhou o responsável.

A exposição pode ser visitada em Londres até 20 de janeiro.