Última hora

Banco Central da Rússia sobe taxa de juro para tentar evitar o colapso

Banco Central da Rússia sobe taxa de juro para tentar evitar o colapso
Euronews logo
Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Central russo subiu a taxa de juro para 9,5%, mais um e meio por cento, para tentar travar queda do rublo e a subida da inflação. A moeda russa, que já perdeu 22% do seu valor, em relação ao dólar, este ano, tem vindo a desvalorizar pressionada pelas sanções impostas ao país e à queda dos preços do petróleo. Questões que, segundo o Banco Central, resultaram numa aceleração, mais acentuada, dos preços ao consumidor. Outro fator que contribuiu para esta subida, foram as restrições às importações de bens alimentares impostas em agosto.

O Banco Central russo disse que o crescimento económico ficará perto de zero, no quarto trimestre de 2014 e no início de 2015.

Neste momento, a principal preocupação de Moscovo é a inflação, situada nos 8,4% mas que, segundo alguns analistas, pode disparar se o rublo continuar a enfraquecer.

A Euronews deixou de estar acessível no Internet Explorer. Este navegador já não é suportado pela Microsoft, e os mais recentes recursos técnicos do nosso site não podem mais funcionar corretamente. Aconselhamos a utilização de outro navegador, como o Edge, o Google Chrome ou o Mozilla Firefox.