Euronews is no longer accessible on Internet Explorer. This browser is not updated by Microsoft and does not support the last technical evolutions. We encourage you to use another browser, such as Edge, Safari, Google Chrome or Mozilla Firefox.

Última hora

Última hora

Poroshenko apoia recondução de Iatseniuk como primeiro-ministro

Poroshenko apoia recondução de Iatseniuk como primeiro-ministro
Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente ucraniano propôs a recondução de Arseni Iatseniuk como primeiro-ministro. A condição imposta por Petro Poroshenko é a de que haja um “acordo pormenorizado sobre um plano de ação comum.”

O “Bloco Poroshenko” saiu praticamente empatado com a “Frente Popular” de Iatseniuk nas eleições legislativas de 26 de outubro.

A coligação viabiliza a manutenção de um Governo pró-europeu, mas é preciso um entendimento sobre a lista de reformas.

“Gostaria de recordar – de acordo com a Constituição – que é a maior fação que nomeia o posto de primeiro-ministro. Exercemos o nosso direito para demonstrar que a frase ‘É tempo de união’ não é apenas o lema dos nosso partido, mas um conceito da nossa atividade”, explica Yurii Lutsenko, do “Bloco Petro Poroshenko”.

Para este domingo está prevista a realização de eleições gerais no Leste da Ucrânia. Os separatistas preparam-se para eleger deputados e presidentes para as auto-proclamadas repúblicas populares de Donetsk e Lugansk.

A Rússia já fez saber que reconhecerá o resultado do escrutínio.

Já a Ucrânia, a União Europeia e os Estados Unidos consideram que as eleições vão contra o processo de paz aberto com o acordo assinado em Minsk a 5 de setembro.